12/01/2017

Um dia,os aeroportos irão chorar conosco!

Sobre um futuro próximo, à minha metade, minha melhor parte:

Um dia seremos mães. E junto com essa responsabilidade, seremos tias, seremos madrinhas, seremos primas, seremos irmãs, seremos amigas. Um dia a gente vai acordar e ver que talvez a distância que nos separa fisicamente é maior do que a de costume, e sentiremos aquele aperto dá saudade. Faremos planos de nos ver em breve e aguardaremos a chegada dá nossa outra metade contando os minutos. Nos encontraremos, vai ter choro, vai ter riso, vai ter mico (porque é impossível nao ter quando estamos juntas). Um aeroporto, uma rodoviária, o portão de uma casa nunca vai ser tão feliz quanto nesse dia. Até o dia da despedida, em que as lágrimas da saudade vão dar as caras de novo. Toda vez que eu olho nossa foto, eu imagino nosso futuro e , graças a Deus, eu não consigo não te imaginar nele, mesmo à distância. Não consigo imaginar você com outro papel nesse filme da vida, sem ser o principal,junto comigo. Não consigo pensar em nós não contando os casos engraçados uma da outra pro futuro marido (se formos mesmo casar). Nem imagino nossos filhos sem saber o quanto a titia é especial pra mim. E sim, é titia. Eu só quero que saiba, que independente do quanto a gente cresça, sempre seremos reflexos do nosso passado e eu só tenho a agradecer por isso. Um dia, os aeroportos irão chorar conosco. Amo você! <3


22/12/2016

Se arrependeu?

  Em algum momento de nossa vida vamos nos arrepender. Sim, sei que parece estranho começar um texto assim, mas por mais bizarro que pareça essa é a grande verdade. Vamos chorar, espernear, gritar, xingar, brigar e nos arrepender muito! E você pode dizer: "aah, não me arrependo de nada que fiz" - mas a sua verdade interior é outra. Você já se arrependeu de alguma coisa que fez, de alguém que feriu, de ter sido ferido ( talvez por tão pouco aos olhos dos outros) - mas hoje venho aqui te falar que você não está sozinho. Eu também já me arrependi e continuo me arrependendo de várias e várias formas. Porque esta é a vida. É assim que se vive. Arrependimento não é sinal de fraqueza, é sinal de crescimento. Por mais que o que mais se ouça é "eu não me arrependo porque isso fez eu me tornar o que sou hoje" todo mundo se arrepende. Arrepende de ter deixado ir, mesmo que depois possa ter visto que aquilo foi o melhor. O "e se" que nos perturba tanto faz parte do arrepender-se de não tentar. Ou de tentar demais. Por isso, venho hoje te dizer pra não ter medo de arrepender. Arrependa-se mais de uma vez, se preciso. Você não estará só. E nao será um ingrato por isso. Arrependa-se, mas não deixe que a vida te engula como uma grande onda enquanto você tenta se passar por "aquele que não se arrepende de nada"!  


Ju 

14/01/2016

Lip Balm

   Oi minhas divas, como estão ?! Hoje eu vim fazer uam "resenha" pra vocês, que eu nunca fiz antes pra contar pra vocês minhas experiências com Lip Balm (que não foram positivas!).


   Bom, vendo, vivendo e acompanhando vários blogs e canais, via sempre as blogueiras recebendo aque lip balm que é uma bolinha, parecia tão gostoso e cheiroso...decidi ir atrás de um e encontrei o EOS.

(usei o Coconut Milk e o Summer Fruit)

   No começo ele era incrível, passava antes de começar a make e na hora do batom a boca já estava maravilinda, até que... eu passei a usá-lo um pouco demais e me deu alergia. Sim amores, alergia! Minha boca inchou,ficou cheia de bolinhas, parecia efeito caviar mas ao invés de ser nas unhas, na boca.
   Eu não sabia o que fazer, eu sentia a boca inchando cada vez mais, e então pensei que poderia ser o sabor do hidratante e comprei outro mas não adiantou. Tomei antialérgicos e parei de usar!
   Depois desse episódio, decidi ir atrás de outro hidratante labial que não me fizesse mal, encontrei o da Nivea, meu queridinho até hoje <3 Apesar de usar muuuuito ele e não deixar nem a boca "respirar", ele nunca me deu alergia.

(já usei o Menta e o Fruity Shine)

    Esses dias resolvi testar denovo o Lip Balm da EOS pois as vezes era época, minha imunidade poderia estar baixa e minha boca não quisesse aceitar mas não, meses depois minha boca ficou ridícula da mesma forma. O meu problema é o EOS mesmo, mas lembrando, é  meu, algo que meu corpo não aceitou. Conheço milhares de meninas (e meninos) que usam e nunca tiveram nada, só quis mesmo contar minha experiência pra vocês.

   CONCLUSÃO: Ele é ótimo, foi hiper maravilhoso nos primeiros dias mas depois minha boca o rejeitou!


 Preços no Brasil: EOS- pode variar de R$ 13,59 a R$19,99
                             Nivea- pode variar de R$12,00 a R$16,00

                                                                                                                                Diva G

04/01/2016

O Pequeno Grande Príncipe



   Creio que todo mundo já leu ou ouviu falar sobre o Pequeno Príncipe. Um livro infantil onde são passados ensinamentos para toda a vida. Escrito e ilustrado por um ex-piloto aéreo ao longo da segunda guerra mundial,a obra ficou conhecida pelo mundo.Foi publicada em abril de 1943,em Nova York.
   Depois de sete décadas,o livro já teve cerca de 145 milhões de exemplares vendidos no mundo todo,sendo um dos livros mais lidos do mundo,só perdendo para a Bíblia e o traduzido em mais de 230 idiomas e dialetos.
  Em 2013, foi feito uma exposição em homenagem aos 70 anos da obra,em Nova York. O manuscrito original se encontra na Pierpont Morgan Library.


Sinopse
Um piloto cai com seu avião no deserto e ali encontra uma criança loura e frágil. Ela diz ter vindo de um pequeno planeta distante. E ali, na convivência com o piloto perdido, os dois repensam os seus valores e encontram o sentido da vida. Com essa história mágica, sensível, comovente, às vezes triste, e só aparentemente infantil, o escritor francês Antoine de Saint-Exupéry criou há 70 anos um dos maiores clássicos da literatura universal. Não há adulto que não se comova ao se lembrar de quando o leu quando criança.


 Curiosidades Sobre o Livro

  •  A primeira edição do livro foi publicada em abril de 1943 em Nova York, durante a Segunda Guerra Mundial. Antoine de Saint-Exupéry recebeu o primeiro exemplar da obra alguns dias antes de embarcar para a África junto ao Exército americano, para lutar pela França contra a ocupação alemã. O escritor não viveu o suficiente para ver o sucesso de seu livro. Faleceu em combate, na missão do dia 31 de julho de 1944, aos 44 anos. O Pequeno Príncipe só chegou à França em 1946.
  •  Há exemplares escritos em braile e em toba, língua indígena do norte da Argentina.
  •  “O Pequeno Príncipe” é conhecido como “livro de miss”. O apelido surgiu nos anos 70, quando a imprensa brasileira reparou que, em concursos de misses, ele era frequentemente citado como livro de cabeceira das beldades. As frases mais famosas da obra, “Você se torna eternamente responsável por aquilo que cativa” e  ”Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos” já foram citadas inúmeras vezes nos discursos. Tanto que o Miss Paraíba 2013 já anunciou: o evento, que acontece em setembro, vai prestar uma homenagem aos 70 anos do personagem.
  •  A primeira lua de asteróide descoberta com a ajuda de um telescópio terrestre foi batizada de Petit-Prince. Avistada pela primeira vez em 1993, a lua tem 13 quilômetros de diâmetro, e gravita em torno do asteróide 45-Eugênia, de 214 quilômetros de diâmetro.
  •  Em 1993, a França lançou notas de 50 francos com a estampa de Antoine de Saint-Exupéry. Foi uma homenagem aos 50 anos da publicação de O Pequeno Príncipe. Um dos versos da nota trazia a foto do escritor e o outro, a imagem de um avião Breguet 14, o mesmo pilotado por ele quando sofreu o acidente no deserto do Saara, junto a um desenho de seu famoso personagem.
  •  Os japoneses são fanáticos por “O Pequeno Príncipe”. O país tem um museu inteirinho dedicado ao personagem. Localizado na cidade de Hakone, o Museu do Pequeno Príncipe recebe cerca de 200 mil visitantes todos os anos. Os brasileiros não ficam para trás. O mesmo número de pessoas compareceu à exposição em homenagem ao principezinho realizada na Oca, em São Paulo, em 2009. Foi a maior mostra da obra “O Pequeno Príncipe” já realizada no mundo.

''A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar.''

''A verdadeira solidariedade começa onde não se espera nada em troca.''

''As pessoas crescidas têm sempre necessidade de explicações... Nunca compreendem nada sozinhas e é fatigante para as crianças estarem sempre a dar explicações.''

''As estrelas são todas iluminadas... Será que elas brilham para que cada um possa encontrar a sua?''

''Na minha civilização, aquele que é diferente de mim não me empobrece;  me enriquece.''

 Ju

Cinema 2016


     Pessoal, ao que parece essa é a programação do cinema para 2016,que já chegou arrasando! Olha quantas coisas boas virão!! Que sobre disposição e dinheiro para as idas constantes ao cine!!!